Baianidade Carioca

“….Ana Rita, que canta como se estivesse em uma rede, contemplando a luz de junho (a mais bonita do interior baiano), dedica o seu trabalho “às mulheres que abriram caminhos, conquistaram direitos e possibilitaram a expressão do espírito feminino na arte e na vida”.

Por Luís Pimentel – Jornalista

Eu canto. E se canto tudo fica em seu lugar, tudo fica em paz.
Cantar me constitui e me confirma como Ser.
Cantar me organiza, me conforta, me acalma.

Entre em contato